Análise: Trine 4 The Nightmare Prince é fabuloso

Receita única de Trine é posta à prova pela quarta vez e mostra que ainda é deliciosa

Trine 4 The Nightmare Prince é o mais recente título da lindíssima e divertidíssima franquia Trine. Sozinho, com um amigo do seu lado no sofá ou com um amigo do outro lado da TV, Trine 4 se mantém um dos melhores jogos para se jogar com alguém. Ele te força a ter um bom trabalho em equipe, com uma sinergia que só Trine consegue criar por conta de suas mecânicas e puzzles desafiadores e recompensadores.

Esta análise não contem spoilers da história do jogo

O quarto título da série mantém seu riquíssimo conteúdo, com gráficos que saltam os olhos em relação qualidade artística. Um conto de fadas que remete aos seus livros de infância, narrados de forma cativante e com animações que são um deleite para os fãs. Seus puzzles continuam desafiadores, extremamente inteligentes e que, de forma única, te deixam satisfeito ao resolvê-los. A atmosfera do jogo me transportou direto para Trine 2, até então me título predileto.

Venha comigo, vou te levar para um mundo de fantasia, feito com muito carinho pela equipe de desenvolvimento e que vai te conquistar como um dos melhores jogos de plataforma-puzzle já feitos.

HISTÓRIA, ENREDO E NARRATIVA

Uma fantasia fabulosa. Sim, Trine 4, assim como os irmãos mais velhos, possui uma narrativa fantasiosa, super leve e gostosa de jogar.

Um príncipe “possuído” precisa da nossa ajuda, pois ele está em uma espécie de pesadelo constante. Nossos bravos heróis, cada um com sua respectiva habilidade, vão atravessando os mais diversos desafios, puzzle e inimigos para ajudar nosso querido príncipe.

Cada avanço no mapa é narrado por uma excelente dublagem (testei com o áudio em inglês, não temos português), que te transporta para os filmes da sua infância, onde uma voz doce e aconchegante vai lhe contanto os percalços e o que você deve esperar em breve. Ah, ele te dá umas dicas também!

MECÂNICAS DE GAMEPLAY DE TRINE 4

Pense em um jogo que explore tudo que um título de plataforma pode te proporcionar de melhor. Pensou? Então. Trine 4 tem um gameplay absolutamente perfeito para o que se propõe. Não consigo pensar em nenhuma melhoria ou inovação necessária para o título.

O jogo precisa que você, caso esteja sozinho, reveze entre os personagens. Cada um possuí uma habilidade específica para que o quebra cabeças seja resolvido. Em vários casos você precisa juntar as habilidades, por exemplo, usando uma flecha da nossa digníssima arqueira, combado com uma caixa mágica do nosso mago ancião e com a sentada nervosa do nosso cavaleiro rechonchudo! Tudo é muito bem pensado para ser difícil e sinérgico. Você pode setar um tempo máximo para que apareça uma dica na tela, caso não consiga pensar numa solução para o puzzle.

Se estiver jogando com amigos, melhor ainda! Cada um vai ser responsável por usar a habilidade inerente ao seu personagem! Se você gosta de trollar os amiguinhos, basta executar as tarefas erradas ou de uma forma que você mate seu amiguinho. Sim! Até os trolls tem espaço em Trine! Mas não seja esse cara, por favor. O jogo é tão gostoso de se jogar que vale muito mais apena contribuir para o desenvolvimento do mesmo do que trollar seu amigo para zoá-lo nas redes sociais.

Contamos novamente com uma árvore de habilidades. Assim como no passado, coletando os potinhos de vidro no mapa (as vezes escondidos). Juntando uma certa quantidade você pode trocar por melhorias na árvore de habilidades de cada personagem. Pense bem antes de gastar seus potinhos! Leia com atenção o que cada evolução te trará como benefício na hora da solução dos puzzles.

Tudo isso acontece de forma bem simples e linear, como qualquer bom jogo de plataforma deveria ser. Mesmo o jogador menos familiarizado com vídeo games terá sucesso e prazer jogando Trine 4.

GRÁFICOS E TRILHA SONORA

Já é tradição de jogos da franquia Trine possuírem belos gráficos, na medida do que é proposto, somados à uma leve e relaxante trilha sonora. A soma destes gráficos de fantasia e trilha sonora feita com carinho, transplantam a ideia de que vocês está jogando um título da Disney ou algo similar.

Veja bem, não temos gráficos de ultima geração e efeitos especiais dignos dos trailers de Cyberpunk 2077. Mas para o que se propõe, temos gráficos lindíssimos, uma ótima física e belos efeitos especiais. Definitivamente muito acima da média dos jogos anteriores.

 

CONCLUSÃO: Trine 4 The Nightmare Prince é fabuloso!

Visual, ambientação e gráficos - 8.5
Jogabilidade - 10
Diversão - 10
Áudio e trilha-sonora - 8.5

9.3

MÁGICO

Fico muito feliz quando uma franquia consegue manter sua essência e continuar evoluindo. Trine 2 era meu título preferido e não havia sido substituído pelo 3. Mas o recente título The Nightmare Prince é incrível! Os primeiros minutos já me trouxeram uma sensação de que o jogo seria extremamente prazeroso, e não foi diferente. Vale cada centavo e cada minuto investido! Quer se divertir com um co-op com os amigos? Então esta é uma compra obrigatória!

User Rating: 4.65 ( 1 votes)

Mostrar mais

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.
Botão Voltar ao topo
Fechar