Análise: Yu-Gi-Oh! Legacy of the Duelist: Link Evolution!

Entretém, mas pouco, quase nada!

Yugioh é um TCG (trading card game) lançado em 1996 que além das cartas físicas, conta com mais de 50 jogos distribuídos nas mais diversas plataformas e em torno de 600 episódios de anime contando todas as temporadas. E agora chega exclusivamente para o Nintendo Switch o Yu-Gi-Oh! Legacy of the Duelist: Link Evolution!

O último lançamento da franquia é um jogo essencial para qualquer fã pois é o que contém a maior database de cartas que ultrapassa a belíssima quantidade de mais de 9000 cartas jogáveis.

Desde as clássicas cartas que ganharam o carinho do público graças a série animada até as lançadas recentemente com as novas mecânicas que deixam os jogadores mais nostálgicos, mais em pânico do que o Kaiba no episódio um vendo o Yugi jogar o Exódia. (NAO FEZ MUITO SENTIDO ISSO)

O jogo possui um modo campanha onde você joga toda a história do anime desde o Duel Monsters até Vrains, reproduzindo (não tão fielmente) todos os duelos que acontecem nas séries animadas, onde existe a opção de usar o deck pré definido daquele personagem ou usar um customizado com as cartas que você colecionou.

Mecânicas

Aqui poderíamos nos estender muuuuuuito, pois como o game nos dá a opção de jogar cada uma das temporadas, de Duel Monsters até Vrains, e temos mecânicas de cartas diferentes para cada uma delas.

Mas vou me concentrar no “core” de como Yugioh é jogado, ludicamente. Você está em uma arena cara a cara com seu oponente, cada um possui um deck com 40 ou mais cartas.

As cartas se dividem em algum tipos, Cartas de Criaturas, cartas de mágicas e cartas de armadilhas, e com isso em mente é hora do duelo! A Arena sempre será a mesma, 5 espaços para monstros, e 5 espaços para mágicas ou armadilhas. Existem alguns espaços extras para magias de campo ou para um deck “secundário” como seus monstros de fusão.

Cada pessoa na arena possui 8000 pontos de vida e o objetivo é acabar com estes pontos de vida para ganhar a partida. Um ponto muito relevante a mecânica do jogo é que os monstros tem 2 posições no campo de batalha, modo de ataque ou modo de defesa.

No modo de ataque, monstro pode atacar (não diga!) e no modo de defesa, ele defende, mas o que é peculiar disso é que, se seu monstro atacante tem 1000 de ataque e o defensor tem 2000 de defesa, você acaba levando a pior e toma 1000 pontos de dano na sua vida!

Sim todo o valor que ultrapassa na defesa de um ataque, retorna como dano na vida do atacante, e aqui temos uma segunda mecânica importantíssima, a de poder descer as cartas com a face voltada para baixo, tanto monstros, quanto mágicas!

Colocar uma carta em campo com a face para baixo automaticamente gera uma indecisão no oponente (ou em você), pois se atacar a carta (de monstro virada para baixo) pode ser que a defesa dela seja mais alta que seu ataque, fazendo assim você perder pontos de vida. Ou se a carta estiver na área de mágicas, ela pode ser uma armadilha, destruindo sua criatura atacante ou causando algum efeito possível.

E basicamente é isso Yugioh, mas como mencionado acima, cada temporada pode ser jogada separada, e caso faça o modo história, você ainda pode jogar com os decks dos personagens para se sentir ainda mais dentro da história! Mas vale dizer que dependendo da temporada que vá jogar, as mudanças podem ser drásticas. Podem mudar de somente de tipos de invocação como mudanças estruturais no campo.

Conclusão

Bom, para quem curte jogos de cartas TCG,  Yu-Gi-Oh! Legacy of the Duelist: Link Evolution! é uma boa pedida. O preço está bem alto, então tem que gostar muito mesmo para não se decepcionar. Alguns pontos importantes que é bom elencar, o jogo é completamente em inglês, não há nada traduzido, sendo assim se faz necessário o entendimento da língua para poder acompanhar o game.

Outra coisa é que se você acompanha o Anime/Mangá, sentirá falta da ultima expansão, esse game vai de Duel Monsters a VRains apenas.

As animações das cartas estão beeeeeeem fraquinhas, são um 3D batido, poderiam com certeza ser algo mais recente e bonito, e o jogo se torna bem enjoativo rapidamente (pelo menos para mim que não sou fá da série) e meu Odin a quantidade de tutoriais desse jogo é insana, eu sei que são super necessários, mas cansa! 

Comparativamente a Konami também tem o jogo Yu-Gi-Oh! Duel Links para o celular. Ele conta com cenários bem mais agradáveis e com diversas animações, em especial com as principais cartas de cada personagem. Mesmo sendo um jogo de celular ele é muito mais atrativo e interessante.

Mas uma coisa que o jogo faz com maestria é o multiplayer, a partir do momento que você consegue progredir um pouco e criar seus próprios decks, você pode desafiar os amigos que possuem o jogo e eu me diverti bastante nisso!

Cambio, Desligo!

Yu-Gi-Oh! Legacy of the Duelist: Link Evolution!

Visual, ambientação e gráficos - 4
Jogabilidade - 7
Diversão - 5
Áudio e trilha-sonora - 4
Fator Replay - 8

5.6

Compre se for MUITO fã somente

Entretém, mas pouco, quase nada!

User Rating: Be the first one !

Paulo Everton

Gamer, Gaymer e muito orgulhoso! Descobri os videojogos com 7 anos de idade, de lá para cá foi uma ladeira sem fim, horas gastas em frente a televisão e muita, mas muita mesmo, história para contar, vivi tantas vidas quanto consigo me lembrar, e quer saber? É muito bom não ser a si mesmo!
Botão Voltar ao topo
Fechar