Análise: Spaceland – Um RPG tático espacial

Tortuga Team lança Spacelands com uma temática baseada em "X-COM"

Spaceland, desenvolvido pela Tortuga Team e publicado pela Ellada Games, é um jogo de estratégia baseado em turnos que presta homenagem ao jogos mais clássicos do gênero e adiciona uma grande quantidade de outros recursos.

O jogo está disponível para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch. Apesar de ser bem divertido, depois de um tempo o jogo começa se tornar um pouco repetitivo. Confira nossa análise completa abaixo.

História de Spaceland

A história se passa em um planeta remoto, onde a sua nave tem dificuldades de fazer um pouso por enfrentar um mau tempo e acaba colidindo ao chegar ao solo. Cheio de mistérios, os Patrulheiros Espaciais (como os personagens se autodenominam) você parte em uma aventura para descobrir o que acontece nesse planeta já que você pode ouvir sinais de socorros sendo enviados de lá, mas quando você chega descobre uma base tomada por alienígenas e que os militares dessa base é que estavam enviando o sinal de socorro. Nessa pegada você precisa encontrar uma maneira de reparar sua nave e decolar de volta ao espaço sideral. A trama não é um tanto quanto original, mas o jogo compensa isso com algumas coisas interessantes, armas variadas e uma história cheia de reviravoltas.

Os personagens do jogo

Você começa com Jim, que é um recém ingressado na Patrulha Espacial, ele consegue se movimentar por áreas maiores e possui uma arma que dá um dano razoável nos inimigos. Logo após o acidente você encontra o Barret, o veterano, ele possui uma escopeta a qual o tiro de perto é simplesmente destruidor, mas a sua área de movimentação é limitada.

Outros personagens irão entrar na aventura durante a evolução da história, como o Cabo Marcus, um soldado que foi cercado pelos Aliens e ficou desacordado e é salvo pela Patrulha Espacial, o Marcus possui um canhão giratório e também tem a movimentação de área menor por possuir uma arma e armadura pesadas e por último a engenheira Terra, que além de ter uma arma de plasma que ignora as armaduras dos inimigos ela tem também a habilidade de curar os outros personagens. Porém apesar de termos vários personagens em algumas fases só poderão entrar 3 de cada vez. Você irá precisar escolher quais serão os preferidos para cada missão.

Durante as fases você tem a opção de dialogar entre os personagens e isso torna o jogo bem divertido e mais esclarecedor acerca do que foi descoberto durante a sua aventura.

Jogabilidade

A partir de uma tela que mostra onde sua nave caiu, você segue um caminho através de uma instalação espacial que o leva a uma variedade de locais. Com uma visão isométrica, você seleciona para onde quer movimentar seu personagem em torno de uma grade e vai investigando a base ao seu redor, dependendo de qual personagem você controla a quantidade de espaços e ações que você faz podem variar, limitando assim as suas ações no jogo.

Os quadrados cinzas significam até onde você pode se mover, o quadrado verde indica que dali você pode efetuar seus disparos contra um inimigo e os quadrados vermelhos são os alvos que devem ser atacados, assim que você esgotar seu turno os NPC’s do jogo irão fazer os deles.

Você começa com um único personagem em um nível introdutório do jogo. Nesse nível você aprende a como se movimentar, tem seus primeiros combates e descobre como acionar os interruptores para abrir portas e descobrir alguns segredos.

As fases possuem desafios que devem ser cumpridos para que você receba dinheiro e chips eletrônicos, esses recursos irão ser usados para upar as armas, armaduras e as habilidades dos personagens. Dentro de cada cenário você terá um segredo para encontrar que garantirá mais recursos, portanto explore!

Alguns inimigos possuem pontos específicos para serem atingidos, como o Brontor. Ele só pode ser alvejado pelas costas, caso você atire na parte da frente ele será imune ao dano, essa variedade de pontos específicos irão fazer com que você em determinados momentos do jogo tenha que pensar na melhor forma de abordá-los e derrotá-los.

Leia mais

Os gráficos de Spaceland

Como podemos observar nos gráficos, não existe nada de inovador e também não tem nada de encher os olhos. Claramente o foco do jogo não é esse, mas, de qualquer forma, o game não deixa a desejar e as animações são bem feitas. Bem como os ambientes, os movimentos dos personagens também merecem destaque.

Vale ressaltar que o jogo está em PT-BR. Mais um jogo de pequeno porte dando importância para a localização.

Veredicto

O jogo tem uma boa trama e vem de um estúdio que não é grande mas conseguiu resgatar aquele velho e bom jogo de estrategia do século passado. Deixa a desejar em algumas conversas entre os personagens e não tem uma história profunda o suficiente para que prenda a atenção do jogador, então seria mais um passatempo.

De qualquer forma, Spaceland não é um jogo ruim. É uma boa pedida para os amantes de RPG tático e com certeza irá agradar aos fãs do estilo que procuram um passeio no parque ou àqueles que querem uma boa porta de entrada para o gênero.

Spaceland

Visual, ambientação e gráficos - 8
Jogabilidade - 7
Diversão - 6
Áudio e trilha-sonora - 6

6.8

É um bom jogo

Ideal para os fãs de RPG tático, Spaceland tenta trazer uma boa narrativa, mas a história é um pouco superficial e acaba se tornando um pouco clichê.

User Rating: Be the first one !

Felipe Cabral

Querendo ser o melhor em tudo não consigo ser bom em nada. Totalmente viciado em games desde a infância e fã de grandes títulos como Chrono Trigger, The Witcher 3 e Last of Us. Adora um desafio e sustenta com orgulho suas platinas em jogos como Bloodborne e Dark Souls.
Botão Voltar ao topo
Fechar