Análise: Granblue Fantasy Versus – É muito mais do que um jogo de luta

Granblue Fantasy Versus é a adaptação para fighting game do gacha Granblue Fantasy, que carrega consigo uma grande quantidade de fãs por todo o globo!

Granblue Fantasy foi lançado em 2014 como um RPG Mobile de gacha no Japão, não tendo uma localização no ocidente ou versão global. O jogo ainda conseguiu grande sucesso por seus ótimos personagens e jogabilidade envolvente. Mais tarde foi lançado um anime com o nome de Granblue Fantasy: the Animation que se encontra atualmente na segunda temporada e disponível na Netflix. Após tanto sucesso, a Cygames junto da consagrada Arc System Works trouxeram o fighting game Granblue Fantasy Versus.

Uma adaptação perfeita do jogo mobile

A primeira coisa que pude notar quando iniciei o Granblue Fantasy Versus foi os menus deles lembrarem totalmente o layout do jogo mobile. Isso foi além quando notei a existência de dois modos em especial: Arcade e RPG.

O modo RPG é onde tudo brilha, fazendo com que esse jogo não seja um simples game de luta. Aqui é onde ocorre a narrativa do game, sendo uma história original desenvolvida exclusivamente para o próprio onde temos Gran, o dragão vermelho e Lyria encurralados por alguém que era uma grande aliada.

No desenrolar disso, descobrimos que alguém está usando uma criatura para modificar as memórias dos personagens e incentivar que eles atuem da forma mais propicia para que seu plano se realize. Sobrando para Gran e seus amigos resolveram os diversos problemas que estão ocorrendo, ajudando quem está sendo controlado e salvando, assim, o mundo.

O especial da história é a forma que ela é entregue. Devemos fazer quests num estilo “beat’em up” que se resumem em derrotar um número de personagens, sobreviver por um tempo determinado ou confrontar um chefão. A primeira vista parece algo repetitivo, contudo, a diversidade dos inimigos faz com que sempre tenha algo “novo” para enfrentar. Além disso, esse modo simula como seria o mobile game com uma jogabilidade mais dinâmica, sendo claro que os fãs já existentes são o público alvo de Granblue Fantasy Versus.

Boss Battle são cheias de adrenalina

Algo que faz o modo RPG ser tão bom são as suas boss battle, onde colocam você e seu aliado (sim, durante a sua jornada você pode ter um aliado) para enfrentar outros personagens que se tornarão jogáveis ou criaturas enormes. Quando o boss é algum personagem, o nível de dificuldade pode ser maior do que no modo arcade, porém, não há algo “novo” ainda assim. Tudo fica melhor quando enfrentamos uma das bestas primordiais, nos obrigando a entender o padrão de ataque, desviar, defender, atacar nos momentos certos e etc… Tudo isso de um jeito frenético que nem dá tempo de piscar.

Outra coisa que ganha um destaque especial são as soundtracks que tocam nessas horas, deixando o jogador ainda mais imerso no combate.

Granblue Fantasy Versus

Como no original, Granblue Fantasy Versus também é um jogo de gacha

Diferente do material original onde você tinha que ter sorte para tirar os personagens, aqui você terá que ter sorte para adquirir boas armas. Isso é apenas para o modo RPG, contudo, faz uma grande diferença nos combates.

Todas as armas são separadas em atributos: fogo, água, vento, terra, luz e trevas.

Consequentemente um atributo tem vantagem contra o outro e desvantagem contra um terceiro. Desse modo, é sempre bom você ter uma arma forte para confrontar inimigos de cada um dos atributos. As armas por sua vez possuem raridades que são: R, SR e SSR em sequência.

Quanto maior a raridade, maior é adicional de dano e HP que elas proporcionam, maior é o level que elas chegam e mais habilidades passivas possuem. Sendo assim, acaba sendo necessário você tentar conseguir elas com os tickets que ganha em combate e completamento as missões diárias (essas missões você completa realizando alguma ação dentro do jogo e recebe bonificações). Outra forma de adquirir é comprando na loja in-game ou forjando.

Quando você tem duas armas repetidas é possível utilizar uma delas de food em busca de elevar o nível limite da outra. Deste modo, se ela chegava até o level 40, agora vai conseguir atingir até o 60 e assim por diante.

Granblue Fantasy Versus

A jogabilidade também foi baseada no jogo de gacha

Uma polêmica que aconteceu antes do lançamento do game é que seus comandos seriam simplificados para ser mais convidativo para aqueles que não familiarizados com jogos de luta, buscando abranger mais pessoas que são fãs de Granblue Fantasy. Aqueles que sempre gostaram de jogos de luta demonstraram receio sobre essa simplificação de comandos, mas agora após o lançamento é possível ver como ficou funcional.

A jogabilidade lembra qualquer game de luta tradicional, porém aqui temos: golpe fraco, golpe médio, golpe pesado e técnica exclusiva.

Esse último varia de personagem  para personagem. Por exemplo: O Gran utiliza rasteira e golpe carregável, enquanto Lancelot abusa de movimentos rápidos para dar dash, finta ou surgir no ar.

Além disso, os golpes especiais foram baseados na temática do jogo mobile, onde existe countdown para sua utilização. Em outras palavras, se aqui fosse Street Fighter você não conseguiria ficar soltando hadouken a todo instante.

Há dois modos de usar as habilidades:

  • Comandos tradicionais como “meia lua + algum botão de ataque;
  • Algum direcional + R1 (sendo que cada movimento é para uma habilidade em especifico).

O poder da habilidade também varia de acordo com qual botão você utiliza. Se usar meia lua e quadrado, veremos um golpe mais fraco do que meia lua e triangulo, mas se for utilizando círculo teremos o golpe com mais força e possivelmente algum adicional.

Modo Arcade de Granblue Fantasy Versus faz o jogador de sentir a vontade

Além do modo RPG, também temos o modo versus (que é contra um player 2 ou CPU) e o amado modo arcade onde podemos selecionar um dos personagens e participar de combates até chegar no último que é contra o vilão deste jogo. Algo bacana no arcade é que você pode selecionar o seu inimigo e após isso uma lista predeterminada de oponentes será feita, onde após cada batalha você pode optar entre três que estarão em níveis de dificuldade diferente que vai do fácil para o normal, difícil, muito difícil e extremo.

Também há modos online para a felicidade de todos

Granblue Fantasy Versus possui dois modos online, sendo um para PVP e o outro para PVE.

O primeiro coloca jogador vs jogador em partidas competitivas com direito a ranking e bonificações de códigos, que podem ser usados para resgatar conteúdo no jogo mobile (eu, particularmente, achei isso sensacional).

Enquanto o PVE ocorre no modo RPG, fazendo com que os jogadores se auxiliem para enfrentar as hordas de inimigos e chefes. Infelizmente o limite de players para esse modo são de apenas duas pessoas, deixando um pouco menos apetitoso do que o PVP.

Granblue Fantasy Versus é um grande jogo

Visual, ambientação e gráficos - 10
Jogabilidade - 9
Diversão - 9
Áudio e trilha-sonora - 10
Multiplayer - 8

9.2

Sendo fã ou não, vale a compra!

Granblue Fantasy Versus traz consigo dois modos distintos de jogo, sendo capaz de agradar gregos e troianos. Há vários incentivos para que continue a jogá-lo, principalmente no modo RPG em busca de melhores armas. Se há um pecado presente é a pouca quantidade de personagens, uma vez que o jogo mobile apresenta uma quantidade absurda. Isso poderá ser corrigido com o lançamento de DLCs, porém, seria bem mais atrativo se viessem pelo menos vinte no jogo base.

User Rating: Be the first one !

Anderson Mussulino

Publicitário louco por toda a cultura geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos que vem da terra do sol nascente.
Botão Voltar ao topo
Fechar