Análise: Deep Rock Galactic é o CO-OP mais legal do ano

Misture anões, alienígenas, pedras preciosas, uma pitada de Minecraft e gênero FPS: TOP!

Nada como ser agraciado com um divertidíssimo jogo co-op em plena pandemia, onde não podemos nos reunir com nossos amigos para jogar. Certo? Certo! A Ghost Ship Games conseguiu criar algo totalmente diferente, com elementos completamente loucos e que você nunca imaginou estarem juntos em um jogo.

Ambientes diferentões

Anões bolados, se aventurando no espaço, escavando cavernas imensas e completamente destrutivas, tendo que tankar hordas de alienígenas dos mais variados possíveis, tendo que farmar minerais preciosos, alguns como ouro outros com nomes que você nunca daria para seu filho e, por fim, fazer isso tudo em co-op com seus amigos, para que uma aranha gigante não coma você enquanto tenta pegar um pouco de Nitra da parede.

ENREDO LOUCO E CATIVANTE

Como você já percebeu no começo desta análise, Deep Rock Galactic é uma mistura e tanto. O seu papel aqui, como anão bolado e forte, é trabalhar para uma empresa de mineração intergalática. Existem quatro classes que possuem habilidades, armas e gameplays MUITO diferentes. Pensem bem antes de escolher caso esteja jogando apenas com um amigo, pois as quatro são importantes.

Escolhidas as classes, você deve ir até um computador central e selecionar qual missão de escavação você irá fazer com seu amigo. Cada missão acontece em uma caverna diferente com o objetivo de conseguir algum material em específico, sendo ele mais raro de encontrar ou mais comum, encontrado em pequenas porções ou em uma parede inteira da caverna.

A experiência é claustrofóbica as vezes, tendo que escavar por paredes dentro das cavernas para se alcançar zonas novas de exploração. A escuridão constante ajudam a temperar o clima e fará você depender do flares de iluminação, que após ser lançado uma vez precisa de certo tempo para recarregar. Tudo isso sempre acompanhado por aranhas loucas, sedentas para devorar o seu anão por inteiro. Pegue tudo que a missão te pede e fuja o mais rápido possível da caverna!

GAMEPLAY FÁCIL DE APRENDER, DESAFIANTE E DIVERTIDÍSSIMO

Deep Rock Galactic é o melhor co-op deste ano. Calma, calma. Streets of Rage 4 é incrível, mas eu digo que Deep Rock Galactic é o melhor co-op de 2020 pois ele é praticamente um jogo que não tem experiência agradável jogando sozinho. Streets of Rage 4 por outro lado pode ser jogado solo, como nos velhos tempos, e continua sendo um jogaço!

Já que citei a tristeza que é jogar Deep Rock Galactic, vamos passar logo por um dos únicos pontos negativos do jogo. Jogar solo, sem ter um amigo ou sem se juntar à uma partida, muda a experiência por completo. Fica muito difícil concluir uma missão usando apenas uma classe. O jogo fica silencioso, sem gritos de amigos e sem a presença do mesmo fazendo besteira pela caverna. Se juntar a partidas existentes não foi uma experiência fácil. Talvez por ainda estar em early access, ou por algum motivo que eu não tenha entendido, não consegui me juntar a nenhuma missão com pessoas na internet.

Computador da loja de cosméticos

Dependendo da classe escolhida, você terá habilidades, armas, granadas e itens diferentes. Cada um é importante para o desbravamento das cavernas. O gameplay de cada um se diferencia muito, mas caso você deseje mudar de classe entre as partidas fique calmo, não funciona como um Dota ou LoL no qual você precisa se readaptar totalmente ao personagem, basta lembrar que mudam algumas coisas, mantendo a base de funcionamento de cada um. Conforme você vai evoluindo e farmando ouro nas missões, é possível comprar itens cosméticos na sua nave espacial, local onde você fica antes de  entrar em uma missão.

GRÁFICOS, FÍSICA E TRILHA SONORA

Os elementos bases de um jogo como gráficos, física e trilha sonora ajudam a suportar muito bem Deep Rock Galactic. Além de seu enredo divertido e diferente, essa base possui sólida construção. Os gráficos são uma mistura de elementos cartunescos com modelagem 3D. Eles são bem bonitos e se encaixam perfeitamente na temática de mineração.

Gosma interrgalática

A física é muito bem aplicada ao gameplay, onde você vive arremessando flares, granadas, quebrando paredes, escavando o solo e retirando minérios dos terrenos. A trilha também ajuda para a atmosfera do jogo, assim como os efeitos sonoros. Mesmo se tratando de um jogo cartunesco, os sons de suas escavações são bem fiéis e te fazem imergir ainda mais no jogo.

CO-OP FABULOSO, MODO SOLO…

Fica claro durante toda a experiência com Deep Rock Galactic que ele foi feito para jogar com amigos. As partidas que eu abri em modo solo, ou não consegui concluir por sentir falta de ajuda ou desisti por achar chato demais. Mas tudo muda com pelo menos UM amigo. O jogo é divertidíssimo, você vai conseguir tirar boas risadas, boas parcerias e talvez alguns xingamentos ao seu amigo que não sabe criar uma plataforma direito para você subir.

As tentativas que eu tive tentando me juntar à um jogo existente de pessoas conhecidas foram frustradas. Tentei por algumas vezes e só obtive a mensagem “nenhum jogo encontrado”.

Sejamos justos, nossa análise foi feita durante o Early Access do jogo na Steam. Vários fatores podem ter contribuído para esta dificuldade, como instabilidades, poucas pessoas disponíveis ou fatores desconhecidos. Esta dificuldade em achar partidas não será levada em consideração na nota, pois é certamente algo que vai funcionar em seu lançamento!

Outro detalhe é a dublagem. Sim, temos português brasileiro na lista de idiomas. Porém, existem falhas na dublagem. Em várias partes dos menus ou das legendas das falas a língua inglesa de faz presente. A voz dos personagens, pelo menos até o momento desta análise, eram todas em inglês mesmo.

DEEP ROCK GALACTIC PODE SALVAR SUA PANDEMIA

Se tem um recardo final que eu quero te dar neste final de análise é: convença seus amigos a pegarem uma chave de Deep Rock Galactic na Steam ou na Xbox Live. É garantido que vocês terão uma experiência única, de uma ideia doida e muito bem aplicada. Deep Rock Galactic está longe de ser uma cópia de algum jogo!

A necessidade de pedir ajuda e de ser útil nas missões é o principal tempero deste jogo, fazendo com que o CO-OP seja tão gostoso. Some-se gráficos, trilha sonora e enredo, ao gameplay CO-OP sensacional, e terás o melhor jogo 100% CO-OP (se é que posso chamar o Deep Rock Galactic de 100% CO-OP) de 2020!

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Melhor CO-OP do ano!

Visual, ambientação e gráficos - 9
Jogabilidade - 9.5
Diversão - 10
Áudio e trilha-sonora - 9

9.4

Fantástico

A necessidade de pedir ajuda e de ser útil nas missões é o principal tempero deste jogo, fazendo com que o CO-OP seja tão gostoso. Some-se gráficos, trilha sonora e enredo, ao gameplay CO-OP sensacional, e terás o melhor jogo 100% CO-OP (se é que posso chamar o Deep Rock Galactic de 100% CO-OP) de 2020!

User Rating: Be the first one !

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.
Botão Voltar ao topo
Fechar