Preview: Testamos Outriders e a nova classe Technomancer

Agora temos uma melhor ideia de como será o jogo

Depois de termos testado Outriders em Fevereiro a convite da Square, nós tivemos a oportunidade de testá-lo novamente agora em uma build bem mais avançada, com mais opções e a nova classe Technomancer.

Confiram abaixo as novidades que vimos nesse novo preview. Clique aqui e confiram nosso primeiro preview feito em fevereiro onde abordamos outros temas do jogo e nossas primeiras impressões.

Uma Enoch mais avançada

Nessa demo que jogamos por cerca de 3 horas, o jogo já havia avançado mais do que vimos na demo de Fevereiro. Aqui já tínhamos cerca de 14 horas de gameplay dentro do jogo e foi possível ver uma nova cidade e novas localidades.

Antes de mais nada, percebi que o jogo tem uma vibe bem dark. Tecnicamente já joguei cerca de 4 a 5 horas do jogo e em momento algum vi algum ambiente com cores vibrantes e felizes. Ele segue uma temática visual de um mundo pós apocalíptico onde a humanidade está tentando sobreviver e se reerguer.

Como quase todo de Ação/RPG, será possível caminhar pela cidade e se engajar em conversas e coletar missões. Ao longo dos mapas e missões, você poderá executar contratos que terão uma história por trás. Pelo que pude perceber, todas as missões, incluindo as menores, tem algum tipo de história por trás não sendo somente mais uma missão. E destaque para a missão de resgate que acaba com um divertido bate boca entre casal.

Algo que pude notar, é que você é um Alterado, assim como todos que tem poderes, fazendo parte do grupo de Outriders. Então o seu personagem acaba sendo um tipo de celebridade na cidade e chamando a atenção de todos. Muito legal a atenção a este detalhe onde esse tipo de pessoa é reconhecida e torna o mundo mais vivo.

Também será possível encontrar lojas que venderão armas e equipamentos com diversas raridades, incluindo itens ainda mais raros que estarão disponíveis por um tempo. Caso não encontre nenhum item melhor, não se preocupe. É possível fazer um upgrade dos seus equipamentos atuais.

Confira também:

Mapa e dificuldade

Ao evoluir durante uma missão em Outriders, você poderá colocar bandeiras que demarcarão os checkpoints do jogo. Será possível a qualquer momento viajar entre esses pontos e as cidades. Isso facilita muito a locomoção e solução de tarefas e de recompensas.

E como já falei no detalhe do gameplay no primeiro preview de Outriders, agora focarei em duas coisas que não pude testar na primeira vez. A primeira é que por problemas de conexão eu acabei tendo que jogar sozinho depois de um tempo de ter iniciado a minha sessão. Isso deixou bem claro como o jogo foi feito para ser jogado com amigos ou outros jogadores da internet. Isso em momento algum é ruim, ainda mais porque será muito legal e recompensador misturar as classes que o jogo libera sendo possível fazer inúmeras estratégias.

Porém, a segunda coisa que pude ver melhor nessa demo foi na dificuldade do jogo. Sim, eu sei que elogiei a IA dos inimigos e ela continua muito boa ao te flanquearem no meio da ação ou então por ter inimigos que ficam ziguezagueando pelo campo de batalha para não ser atingido por você. Todavia, ao testar os muitos níveis de dificuldade (que te presenteiam com itens melhores), foi possível perceber que quanto maior o nível, mais claro ficava a mecânica de sponge bullet. Isso não é algo que particularmente me agrada e no geral ouço muito mais comentários negativos do que positivos.

Ficar atirando infinitamente em inimigos com níveis elevados, pode não ser atrativo para muitos. Em especial quando está jogando ou sozinho ou entre duas pessoas.

Checando a avançada árvore de habilidade

O maior destaque dessa demo foi que pudemos testar tanto a nova classe do Technomancer (afinal já havíamos testados as outras três classes) e tivemos acesso a sua árvore de habilidade.

Ela pode ser feita de forma bem estratégia e irei exemplificar com essa nova classe. Ao escolher o Technomancer, era possível ver que ele tem dois elementos fundamentais: congelamento e envenenamento. Além de ser possível aumentar status base como defesa, resistência, vida e mais, é possível fazer um caminho voltado para um ou outro elemento. Inclusive nessa demo era possível redistribuir os pontos de habilidade.

E isso tem efeito direto nas habilidades que pode utilizar em campo. Cada classe terá até oito habilidades ativas e poderá equipar três delas por vez. Além das habilidades de ataque como bombas ou armas pesadas, será possível congelar ou envenenar seus inimigos (seja por uma técnica direta ou por algum item que leve esse status). Dependendo de como você procedeu na árvore de habilidade, uma ou outra técnica se tornará mais forte. Particularmente eu preferi congelar os inimigos para poder descarregar o pente da minha arma neles.

Claro, isso tudo se torna ainda mais estratégico quando está em sintonia com seus amigos e podem fazer estratégias devastadoras. Um grande destaque é que essas habilidades costumam recarregar muito rápido e o uso delas é constante.

A nova classe de Outriders Technomancer

Technomancer foi a quarta e última classe revelada de Outriders. Particularmente sempre tive uma dúvida de como ela funcionaria e agora posso dividir minhas impressões com vocês.

Acima eu já falei de como funciona sua árvore de habilidade e o foco nos status de congelamento e envenenamento. O que me surpreendeu nesta classe, é que ela é focada em armas. É possível jogar turretas no campo, uma barragem de mísseis, granadas e até invocar uma bazuca. Claro, vale lembrar que você pode utilizar qualquer tipo de arma durante seu gameplay sem nenhum tipo de restrição.

O que achei interessante é que essa classe é possivelmente a mais estratégica do jogo sendo de suporte. Como diversas de suas habilidades são mais focadas em dar algum tipo de status, ela se torna quase que fundamental em uma equipe. É muito legal, por exemplo, pegar o pyromancer e jogar grandes labaredas de fogo nos inimigos. Mas isso se torna mais interessante se os inimigos estiverem paralisados, correto?

Além de dar suporte ao aplicar status aos inimigos, será possível também invocar poderosas armas como granada, uma bazuca e uma barragem de mísseis podendo se utilizar dessas status aplicados. Certamente é uma classe bem técnica que terá grande valia no jogo.

Outriders ainda impressiona?

A resposta é sim! Poder ter testado uma parte mais avançada de Outriders nos ajudou a ter uma ideia de como será o jogo e o conteúdo apresentado. Gostei muito de ver como será a árvore de habilidade e de ter a opção de investir mais em um caminho para se adaptar ao seu estilo.

Um outro destaque é que está bem legal o fato de que as missões, por menores que sejam, terão algum tipo de história por trás incentivando fazer as mesmas. E também ficou claro que o jogo evoluiu graficamente estando mais bonito e mais polido do que a primeira vez.

Apesar dos elogios, essa demo também acendeu o alerta para o spongebullet quando ativa níveis mais avançados. Isso é algo que a desenvolvedora People Can Fly deve ter atenção até antes do lançamento do jogo.

Outriders será lançado no fim do ano para PS4, Xbox One e PC já tendo as versões de PS5 e Xbox One confirmadas.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar