Análise: Wasteland 3 é quase perfeito

Jogo é um dos grandes expoentes do gênero RPG

Quando joguei Wasteland 3 pela primeira vez em Março deste ano, já havia gostado muito da demo e agora ao jogar a versão final do jogo fiquei completamente encantado com o game.

O jogo apresenta uma história rica, muita customização, diversas escolhas, um mundo interessante, personagens e situações fantásticas e é um digno representante do gênero de RPG. Inclusive, Wasteland 3 é um dos jogos desse gênero maravilhoso que mostra porque nunca irá morrer.

Ele será lançado para Playstation 4, Xbox One e PC em 28 de agosto. Nós jogamos uma cópia de PC cedida pela Deep Silver.

Wasteland 3 e sua rica história

O interessante de Wasteland 3 não é sua história principal, mas sim o que pode fazer nesse mundo e a liberdade de escolhas. A narrativa principal é que você é um Ranger e está indo ajudar o Patriarca a cuidar dos problemas da gélida Colorado Springs. Logo antes de chegar a seu objetivo você sofre uma emboscada que é liderada pelo grupo dos Dorseys e praticamente todos os Rangers morrem.

Ao encontrar o Patriarca, ele lhe cede uma base para que possa fortalecê-la e pede a ajuda para encontrar e enfrentar seus três filhos que estão indo contra ele. Ou seja, a parte principal da história se foca no Patriarca e seus filhos, assim como achar os Dorseys e reconstruir o time dos Rangers.

Mas aonde o jogo se destaca é na rica lore do mundo, dos personagens e na possibilidade de escolha. Você pode escolher ir a favor de um grupo ou de outro. Ser um mercenário sanguinário ou então se preocupar com o povo. Todas suas escolhas terão consequências e irão fazer você ser bem ou mal recebido em determinados lugares e diversas vezes irá ter peso e consequências diretas na vida de grupos e de pessoas.

Não somente é possível você conversar com diversos cidadãos desse mundo, como também ir a fundo em cada pessoa e grupo. Inclusive eu recomendo fazer isso, pois suas história são muito interessantes.

Essa busca por informação fará com que presencie inúmeras cenas interessantes e divertidas. Wasteland 3 certamente tem um mundo extremamente rico e vasto que irá agradar os amantes de histórias e bons enredos.

O que manda em tudo!

Uma dublagem excepcional

A história é praticamente impecável, mas sem uma boa dublagem faltaria imersão. Felizmente aqui não é o caso e temos uma excelente dublagem. Todos os personagens do grupo e que podemos interagir incluindo diversos grupos e inimigos tem uma dublagem muito bem feita que dá vida ao jogo e personalidade as pessoas.

Além da dublagem, o jogo conta com um sistema de rádio que eventualmente irá te dar updates, receber missões, ameaças, novidades do mundo e contatos inesperados. Ele é mais uma forma de dar vida ao mundo enquanto está caminhando entre os lugares e no mapa. Personagens bem efusivos e interessantes não deixarão sua viagem cair no tédio.

Já a parte sonora é bem competente, mas não se destaca. Ela passa um sentimento de mundo pós apocalíptico com fortes ventanias e um silêncio incômodo. Faltou uma trilha para melhorar ainda mais a imersão em certos momentos.

Programe seu próximo passo

Gameplay tático

A parte de batalha se espelha muito no gameplay que foi consolidado em XCOM. Em Wasteland 3 iremos controlar até seis personagens que serão únicos. Caberá a você distribuir os pontos de habilidade para torná-los especialistas em metralhadoras, pistolas, armas pesadas e mais.

Após montar seu time, no meio da luta cada um terá um número de AP (pontos de ação) por turno. Toda ação como atirar, recuperar vida, utilizar itens e até se mover irá utilizar esses pontos. Caberá a você ler o cenário e seus inimigos para saber como e quando agir.

É possível ter cobertura parcial ou total dependendo da onde se posicionar. É possível se defender, utilizar os AP não gastos no próximo turno ou até montar uma emboscada. Claro, tudo estará ligado a uma das suas duas armas que levará em cada partida.

habilidade cantando

Essas armas poderão ter inúmeros efeitos como: fogo, gelo, ataque perfurante, elétrico e mais. Além disso, será possível interagir com o ambiente em diversas formas como: plantar torretas de ataque, se camuflar na fumaça, “abduzir” as torretas adversárias, estourar barris explosivos, utilizar animais na luta e até ter porcos explosivos.

E para complementar esse combate, é possível tentar vantagens competitivas como atacar por trás, ter iniciativa no ataque, dividir o grupo para flanquear o inimigo, ativar ou desativar algum item do cenário que lhe de vantagem e mais. Realmente as opções são inúmeras e muito bem feitas.

E curiosamente o único problema do jogo encontrei nesse mesmo combate. Em alguns momentos isolados -aconteceu cerca de 3 vezes durante mais de 20 horas de jogatina – simplesmente tudo travava e tinha que reiniciar o jogo. Um simples update deve corrigir isso.

Liberdade também na criação de personagem

Seguindo as regras de um bom RPG, Wasteland 3 lhe dá inúmeras opções de criação e um riquíssimo sistema de level up. A cada novo nível conquistado, você receberá 3 pontos de habilidade, um ponto de atributo e um possível ponto de perk.

Escolha um pronto ou faça o seu

Os pontos de habilidade farão com que seja mais proficiente em habilidades específicas e vai do que você quer que ser personagem seja. Quer que ele seja um sniper e perito em lockpick? Ou então especialista em armas grandes e explosivos? Existem dezenas de opções e quanto maior o nível, maior será o leque de opções que terá no jogo para ações e escolhas incluindo novos diálogos.

Já o atributo irá aumentar um ponto que irá influenciar diretamente no combate como melhoria na vida, força, defesa, sorte para se esquivar de ataques, precisão e mais.

E por fim temos o perk que não é disponibilizado em todos níveis. Nele será possível ganhar uma habilidade passiva fixa dependendo do nível de habilidade que tenha. Eles podem melhorar a precisão, melhorar o loot, baixar os preços de venda, receber mais um tipo específico de equipamento e mais.

E por falar em equipamento, existem centenas, senão milhares de equipamentos no jogo. Eles serão equipáveis dependendo das suas habilidades e trarão status de resistência ou ataque.

Wasteland 3 é um grande xadrez na hora de montar personagens e equipamentos onde a habilidade fará diferença, assim como os itens que tem, suas armas e até minução disponível. É importante sempre ficar de olho em tudo e não é estranho ficar meia hora ou mais vendo qual é a melhor build possível.

Mas hein?

Wasteland 3 é uma maravilha de RPG

Wasteland 3 é simplesmente fantástico e é um ode aos amantes do RPG. Ele possui absolutamente todas as opções que um bom RPG pede e é rico em todas as instâncias. Espere por dezenas de horas de conteúdo, personagens interessantes, e escolhas que irão refletir quem você se tornará no mundo do jogo.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Wasteland 3

Visual, ambientação e gráficos - 10
Jogabilidade - 9
Diversão - 10
Áudio e trilha-sonora - 8
História e personagens - 10

9.4

Fantástico

Wasteland 3 é um dos grandes jogos que representa o gênero RPG com fidelidade. Temos um mundo pós apocalíptico interessante, personagens fantásticos, muita customização e liberdade de escolha para fazer seu caminho. A escolha será sua se será misericordioso, fará ou não alianças ou irá somente fazer sua missão sem se preocupar com o resto do mundo e da população.

User Rating: Be the first one !

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo