Análise: Immortals Fenyx Rising é uma grata surpresa

Jogo mistura os mundos de Assassin's Creed Odyssey e Breath of the Wild com grande sucesso

O jogo Immortals Fenyx Rising certamente não se encontrava no radar de muitos jogadores. Inicialmente apresentado pela Ubisoft como Gods and Monsters, depois de ter tido seu lançamento atrasado para o fim de 2020, teve seu nome alterado.

E será que vale a pena me importar com esse jogo de nome indeciso e que não está surfando no hype em seu lançamento? A resposta é um contundente SIM – e você entenderá após conferir nossa análise do jogo. E uma dica: se você é fã de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, irá amar esta obra da Ubisoft.

Immortals Fenyx Rising estará disponível a partir do dia 03 de Dezembro para PS5, PS4, Xbox One, Xbox Series, PC e Nintendo Switch. O jogo conta tanto com legendas em português como é totalmente dublado em nossa lingua. Nossa análise foi feita através de um código cedido pela produtora.

O temível Tifão

A história de Fenyx

Em Immortals Fenyx Rising temos a ascensão do temível Tifão, que foi aprisionado no passado por Zeus e os deuses do Olimpo. Saindo de sua prisão, ele consegue subjugar todos os deuses e deixar Zeus completamente enfraquecido.

Sem muita opção, Zeus recorre a Prometeu, para que o ajude a derrotar Tifão. Ao invés disso, Prometeu resolve contar a história do campeão do Olimpo que derrotará Tifão. E sim, Fenyx será o herói ou heroína. Antes de começar o jogo, você poderá customizar o sexo de Fenyx, como ele irá parecer e sua voz durante o game.

A partir daí a história acontece de duas formas e sempre cheia de humor. De um lado temos Prometeu contando os seus avanços e Zeus fazendo os comentários mais ridículos possíveis, além de demonstrar sua extrema arrogância contra os humanos e seus feitos. Inclusive, logo no início, Zeus decide terminar a história com direitos a créditos na tela!

Já do outro lado, temos o relacionamento de Fenyx com os outros deuses. Como a história segue a pegada de humor, cada um dos poderoso Deuses do Olimpo tiveram seus poderes roubados e transformados em outros seres. Por exemplo, Ares, o temível Deus da Guerra, foi transformado em um frango! Com isso todas as interações com ele são hilárias e ele não sabe o que fazer. Outro exemplo é a Atenas que foi transformada em uma menininha!

No geral, sua missão será explorar a ilha dos Deuses devolvendo a forma original de cada um deles para se unirem e lutarem contra Tifão. E, durante as mais de 40 horas de campanha, você dará inúmeras risadas!

O que é Immortals Fenyx Rising?

Com a história do jogo em mente, resta uma dúvida: O que é Immortals Fenyx Rising?

O jeito mais fácil de falar deste jogo é lembrar da exploração de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, com a ambientação e combate de Assassin’s Creed Odyssey.

Esse poder te lembra de alguma coisa?

Durante suas mais de 40 horas de jogo, você irá explorar alguns territórios onde cada um representa um Deus grego. Esses territórios irão refletir a temática de cada Deus. Por exemplo, a terra de Ares é um cenário devastado de guerra com muitos guerreiros e bestas míticas mortas. Já o cenário da Deusa Afrodite será um cenário muito lindo e florido cheio de vida.

Assim como em Breath of The Wild, você conseguirá subir em um ponto de interesse, no caso, em uma estátua de um dos Deuses, e conseguirá revelar parte do mapa. Tendo essa parte liberada, será possível olhar e ver os pontos de oportunidade. Mais uma vez, assim como em Breath of the Wild, todos os lugares são alcançáveis e é possível marcar os pontos de interesse.

Na parte dos desafios, temos muitas possibilidades. Existem desafios de corrida, de arco e flecha, puzzles dos mais fáceis ao mais difíceis e existem as cavernas do tártaro! Essas cavernas serão sempre as mais desafiadoras com os quebra cabeças mais únicos.

Mais uma vez, se inspirando em BotW, você deverá abrir portas, pular plataformas, conduzir caixas, pedras e até bolas de ferro para chegar ao objetivo final.

O combate de Immortals Fenyx Rising

Saindo do foco da forte exploração, Immortals Fenyx Rising carrega um completo combate ao longo do jogo inspirado em Assassin’s Creed.

Além dos ataques básicos como forte, fraco, esquiva e pulo, você terá acesso a 5 ataques especiais de área. Será possível atacar o inimigo tanto em sua vida como poderá focar em sua barra de “estabilidade”, até eles ficarem tontos na luta e receberem mais dano sem reagir.

Algo interessante de se falar é que o jogo conta com o mesmo padrão de inimigos que ficam mais fortes com a progressão da história. Mas, para dar um frescor de novidade, cada uma das regiões possuem inimigos únicos fazendo com que sempre tenha que ficar atento e busque novas estratégias. Adicionalmente, existem inimigos lendários por toda a ilha que irão apresentar um desafio ainda maior.

Ainda é possível coletar inúmeros itens ao longo do mapa para produzir poções que irão lhe auxiliar recuperando vida e estamina ou que irão melhorar seu ataque e defesa.

E talvez a única crítica ao jogo fique na parte da jogabilidade. Com um mapa tão vasto e com combates em tantos lugares diferentes com muitos inimigos, eventualmente a câmera irá te colocar perto de uma parede ou então atrás de uma árvore atrapalhando sua jogatina. Felizmente não é algo que irá comprometer a jogatina.

Customização está presente em peso

Para fechar a análise de Immortals Fenyx Rising, tenho que enaltecer a vasta customização que ele traz consigo.

Anteriormente, eu mencionei os inúmeros desafios e a vasta exploração do jogo. A cada nova conquista você poderá conseguir uma ambrosia, raio de Zeus, moedas de caronte, novo equipamento e novas armas. Assim como ao matar os inúmeros tipos de inimigos, será possível adquirir diferentes tipos de “pedras mágicas”.

Com todos esses itens, será possível melhorar cada habilidade básica e avançada dando mais poder de ataque ou então liberando uma segunda habilidade como uma esquiva no ar, por exemplo. Inclusive os itens de recuperação também podem ser evoluídos para melhorar seus bônus.

Já na parte de equipamento e armas, a evolução é feita por tipo. Ou seja, ao invés de melhorar uma única espada, você irá melhorar todas as espadas. Isso vale para seu machado, arco e flecha, capacete ou armadura.

E claro, qual arma ou equipamento você deve escolher? Embora todos tenham a mesma função, cada um deles tem uma habilidade que será ativada no meio da luta. Por exemplo, caso tenha a vida cheia, terá mais poder de ataque. Caso faça uma esquiva perfeita, terá um ataque elevado por 6 segundos. Ou seja, você poderá fazer uma build para seu estilo de jogo.

E, como de praxe, será possível pegar três skins para cada item para que possa mudar seu visual.

Ajude aos Deuses recuperarem sua forma

Conclusão

Immortals Fenyx Rising foi um jogo que ultrapassou todas minhas expectativas e entregou uma diversão muito acima do esperado. A Ubisoft conseguiu, com louvor, misturar os estilos de dois jogos conhecidos e queridos e construiu seu próprio mundo.

Os destaques para Immortals Fenyx Rising são inúmeros e ele é diversão certa com muito entretenimento para quem jogá-lo. Aqui temos um mundo diverso, com muitas atividades para serem feitas, puzzles dos mais fáceis ao mais complexos, uma história original, bem engraçada, e um combate muito bem implementado.

Se você gosta de explorar um mundo rico de atividades e gosta da cultura dos Deuses Gregos, a compra deste jogo é mais que obrigatória.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Immortals Fenyx Rising é a surpresa do ano

Visual, ambientação e gráficos - 9
Jogabilidade - 8
Diversão - 9.5
Áudio e trilha-sonora - 7.5
História e personagens - 9.5

8.7

Ótimo

Immortals Fenyx Rising é um jogo que surpreende muito por sua qualidade e quantidade de conteúdo. Ao misturar os estilos de Zelda: Breath of the Wild e Assassin's Creed Odyssey, temos um grande acerto da Ubisoft que irá agradar a Gregos e Troianos.

User Rating: Be the first one !

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo