Análise: Persona 5 Strikers

Dear trickster, once again you found yourself jailed!

Quando Persona 5 Scramble: The Phantom Strikers foi anunciado no Japão meu primeiro pensamento foi, nossa mais um musou, porém, de Persona 5. Bem, o Joker deve estar com o contrato bem apertado, pois logo após Persona Dance, foi direito para um Musou. Dez meses depois, a Koei Tecmo e Atlus anunciaram que Persona 5 Scramble: The Phantom Strikers estaria chegando ao ocidente com o nome de Strikers, e mesmo não estando muito confiante a primeira vista, quando comecei a jogar Persona 5 Strikers só pude dizer que esse é o melhor Musou que já joguei e eu nem gosto do gênero! Mas o que estaria acontecendo?

Persona 5 Strikers será lançado no dia 23 de Fevereiro para Playstation 4, Nintendo Switch e PC via Steam. O jogo não conta com legendas em PT-BR infelizmente.

História

Persona 5 Strikers retorna com os famosos Phantom Thieves em Tóquio 6 meses após os acontecimentos de Persona 5, para passarem as férias juntos e colocarem a conversa em dia. Mas mais uma vez o Trickster é chamado pelo seu contrato e precisa entrar em ação novamente devido a uma nova ameaça desconhecida.

Persona 5 Strikers Jail

A história do game é boa e chega a ser um presente para os fãs que estavam esperando ansiosos por mais conteúdo de Persona 5, contendo momentos felizes, tristes (Por sinal, eu preciso ir na Atlus no japão para ter uma conversa com ela sobre isso) e engraçados. É importante destacar que temos uma continuação bem fundamentada de Persona 5, diferente do que vimos em Persona 4 Dancing All Night, por exemplo.

Já as side quests do jogo são simples, mas relacionadas aos personagens e a suas personalidades e ao mundo no qual o jogador explora.

Leia Mais:

Persona 5 Strikers e seu gameplay 2 em 1

Para a análise da Gameplay de Persona 5 Strikers, eu irei separar em duas categorias (Musou e Persona) para ficar um pouco mais claro cada momento do game.

Modo Musou

Persona 5 Strikers emboscada

Diferente dos outros musou, Strikers não coloca o jogador em um mapa com centenas de inimigos, esperando ele bater em tudo pela frente. Aqui o jogo segue fielmente as regras do Metaverso de Persona, contendo no máximo 3 a 4 inimigos e quando o jogador é emboscado ou consegue dar um ataque antecipado, a batalha começa e surge um grupo de 15 a 30 inimigos para ele derrotar.

Persona 5 Strikers uso objeto cenario

O jogador consegue invocar seu Persona para utilizar magias buffs e debuffs, controlar os outros personagens de sua Party funcionando como se fosse um Batton Pass na hora da troca, utilizar armas de longo alcance, alguns objetos do cenário, All-Out Attacks rápidos em inimigos que sofreram críticos ou exploits de suas vulnerabilidades e a novidade que é o showtime que seria um All-Out Attack só que em todos os inimigos da área e contendo uma animação feita para cada personagem.

ShowTime

Para quem não jogou o Persona 5 ou Persona 5 Royal, o Batton Pass é o nome dado para a troca de personagens de sua equipe durante uma luta e o All-Out Attack é um ataque que dá muito dano onde todos os personagens atacam ao mesmo tempo em um inimigo enfraquecido.

A gameplay de Persona 5 Strikers é boa e provavelmente é o melhor musou já feito, mas possui alguns problemas em relação à câmera, inimigos e duração de cada fase. Às vezes (mais do que gostaria), você irá perder o controle da câmera, as fases são grandes de forma desnecessária com diversos objetivos de quest principal tornando elas bem maçantes. Em alguns momentos, para concluir uma batalha, você precisa derrotar todos os inimigos após iniciar combate ou o game vai travar menus e outras opções.

Persona 5 Strikers

O game também possui uma espécie de Maestria dos personagens (como ampliação de combos e melhoria em algum ataque), nada muito elaborado ou gigantesco, mas não fornece muitos detalhes de como liberar elas, criando um pouco de dúvidas ao jogador.

Modo Persona

Fora do modo musou o jogador pode explorar parte do mapa, comprar itens para auxiliar em sua aventura, cozinhar, aceitar pedidos, conversar com os companheiros e alguns NPCs, ouvir coisas do público em volta e, o mais importante de tudo, fazer fusões para criar novas Personas.

O game possui até um “calendário” bonito, mas ele serve mais para progresso de história e estética, cortando um pouco da magia de Persona e tirando a tensão do jogador de perder a data limite do jogo.

As fusões do game e o compendium de personas são mais simples, em comparação com Persona 5, o jogador também possui uma nova opção de dar um upgrade nos status dos personas no Velvet Room utilizando uma moeda chamada PP, obtida em combates/levelups.

Velvet Room

A novidade é o BondSkills que seria o social link do game que progride com ações no modo Musou e no modo Persona, fornecendo buffs, aumentos de SP/HP e atributos aos membros da party.

Persona 5 Strikers

Gráficos

Os gráficos de Persona 5 Strikers são bonitos em sua grande maioria, ainda mais em seus cenários onde alguns foram refeitos para se encaixar no modo musou dando um pouco de detalhes em algumas partes e retirando outras de outras partes não muito necessárias no game. Mas acaba sofrendo com um grande problema em relação aos personagens contendo bastante serrilhado neles mesmo no modo gráfico.

Sojiro

O modo desempenho roda a 60 FPS no PlayStation 4, mas possui bastante serrilhados em seus personagens que chega a ser um pouco desconfortante. Já o modo gráfico roda a 30 FPS, mas com modelos e ambiente com um pouco mais de detalhes, mas ainda assim possuindo serrilhados, apesar de menor quantidade.

Mesmo Persona 5 Strikes sendo bonito, ele não chega a ser tão bonito quanto Persona 5 Royal, devido aos seus modelos e uma redução comparável da cidade no jogo.

Música

A música do game é boa, contendo as trilhas originais e as do Persona 5 Royal e algumas novas e remixadas para o game.

As versões remixas são legais, pois puxa um pouco mais para o rock, porém nada muito espetacular como a versão original da música. No geral possui ótimas musicas próprias que são boas de sua própria forma e bem viciantes em algumas escalas (estou de olho em você, música tema da loja).

Vale a pena jogar Persona 5 Strikers?

Persona 5 Strikers Menu

Persona 5 Strikers chega em 2021 no ocidente com o pé na porta sendo um presente lindo para os fãs possuindo uma ótima história e um gameplay relativamente sólido. Para os fãs de Persona esperando saber o resto da história, o game é um prato cheio para os jogadores de musou.

O game é relativamente sólido em sua base, mas possui alguns problemas em relação a seu combate e seu balanceamento de dificuldade (o game no normal é relativamente desafiador em algumas partes), para os jogadores casuais. Persona 5 Strikers pode ser um presente ou um perdido, devido a mudança de gameplay e a alterações em algumas coisas de sua base anterior.

O game tem uma duração media de 25 a 30 horas de jogo caso o jogador faça algumas side quests, mas pode se estender para 40 a 50 horas caso deseje fazer tudo com mestria.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação. Essa análise feita com uma cópia da versão de PlayStation 4 recebida pela produtora.

Persona 5 Strikers

Visual, ambientação e gráficos - 7.7
Jogabilidade - 7.7
Diversão - 7.9
Áudio e trilha-sonora - 7.8

7.8

Bom

Chegando ao ocidente em 2021 Persona 5 Strikers consegue manter a história de forma satisfatória para os fãs e enquanto entrega uma nova forma de gameplay, mesmo possuindo algumas gafes, é um jogo altamente recomendado para os fãs de Persona.

User Rating: Be the first one !

Botão Voltar ao topo