Análise: F1 2021 merece sua atenção

Está pronto para ser o mais rápido do mundo?

Mais uma vez experimentamos de forma antecipada o novo jogo de Formula 1 e dessa vez trazemos a análise de F1 2021! Será que o jogo tão aclamado pela crítica e amado por nós do Última Ficha se manterá mais uma vez no topo? Ou será que veremos alguma mudança drástica já que a EA entrou na jogada sendo a nova distribuidora da franquia e dona da Codemasters?

Confiram tudo abaixo em nossa análise de F1 2021. Essa análise de F1 2021 foi feita graças a um código cedido pela produtora. F1 2021 estará disponível para PS4, PS5, Xbox One e Xbox Series a partir do dia 16 de Julho e está completamente dublado e legendado em português. Nossa experiência foi voltada nos consoles da nova geração.

Devon Butler está de volta para causar discórdia

Um novo e emocionante modo história

A grande novidade de F1 2021 é o modo história que conta com personagens originais e mostra um pouco do drama dos pilotos e a busca por pontos no meio da tabela. Quem já teve a oportunidade de assistir o seriado Drive to Survive (Dirigir para Viver) da Netflix, pode esperar um drama muito similar ao que vemos na vida real

Em Ponto de Frenagem/Braking Point, nós iremos controlar o jovem Aiden Jackson que consegue ganhar a última corrida da F2 e é contratado por uma equipe da F1 para o ano seguinte. Chegando lá, ele está na mesma equipe de Casper Akkerman, um veterano super famoso na categoria. Ao longo de duas temporadas, iremos experimentar o drama entre companheiros de equipe que é fomentado pelo antagonista Devon Butler, que foi apresentado em F1 2019.

Veterano das pistas

O modo história, que dura cerca de 5 horas, irá contar com cenas em cutscenes extremamente bem feitas onde mostram momentos dramáticos entre os pilotos e a corrida. Além da história, temos o gameplay. Aqui teremos que controlar o piloto em situações específicas ao longo das temporadas. Por exemplo, temos que recuperar posições, ficar à frente de um adversário, lidar com um pneu furado e mais.

Claro, não é o melhor modo de história já feito em um jogo. Porém, considerando um esporte de automobilismo, ele reflete muito bem a realidade e é muito bem feito como já mencionei. E uma dica que posso dar, é que os iniciantes na franquia devem primeiro jogar o jogo para entrar em Ponto de Frenagem posteriormente. Como as situações acontecem no meio da corrida, caso você não esteja familiarizado com o jogo e as pistas, isso poderá se tornar um grande problema.

Vamos polir os pistões!

Um clássico modo repaginado

Acredito que quem comprar F1 2021, uma das primeiras coisas que fará, será experimentar o modo carreira. Aqui temos a opção de tanto entrarmos em uma equipe e galgar seu espaço nas melhores escuderias da Formula 1, como será possível ser a 11ª equipe no Grid. Além dos desafios de pilotagem e desenvolvimento do carro, você deverá gerenciar diversos aspectos da equipe.

Quem jogou F1 2020, sabe exatamente o que irá encontrar em F1 2021. Contratar um piloto novato para te ajudar na equipe, decidir em qual de suas divisões de desenvolvimento irá investir, que peça de carro e que setor irá melhorar, buscar patrocínios e assim como ficar de olho no desgaste das peças de seu carro para sempre otimizar a máquina com os melhores resultados. Afinal se ficar com peças gastas, seu carro não renderá nada.

Esse sem dúvida é o melhor modo de F1 2021 por ser o mais completo, customizável e desafiador. É absolutamente incrível poder evoluir seu carro e sua equipe e se tornar o melhor piloto do mundo. Mas para fugir do mais do mesmo, a Codemasters resolveu fazer mudanças importantes.

A primeira grande mudança é que a HUD foi completamente repaginada. Tanto no menu como na hora da corrida tudo foi mudado. A mudança deixou tudo um tanto mais simples e direto ao ponto. Os fãs da franquia irão se acostumar rapidamente com essas mudanças.

Outra mudança, é que o modo está mais maleável. Com isso quero dizer que é possível mudar o estilo de fim de semana (curto, médio, completo) no início de qualquer novo GP e não ficar preso a uma escolha por toda uma temporada.

E a grande mudança vai para o treino. Quem já conhece a franquia, sabe que é necessário atingir os diversos desafios impostos por sua equipe e por seus setores de desenvolvimento para melhorar seu carro. Agora tudo está bem mais simples. Três treinos estarão disponíveis e dentro de cada treino, existirá exigências que irão dar um incentivo a um setor de desenvolvimento. Esses incentivos serão revertidos em descontos no desenvolvimento de peças especificas de cada setor.

Além de enxugar o treino, será possível fazer um modo de gerenciamento do treino para alcançar esses objetivos secundários de forma automática. Claro, ainda é possível fazer tudo de forma manual, mas agora foi aplicado um grande facilitador.

Para finalizar sobre este modo, ainda temos o excelente facilitador colocado em F1 2020 com a temporada longa, média ou curta. Poder selecionar suas pistas favoritas é uma grande mão na roda (afinal todos sabemos que Mônaco é impossível de correr). E também ainda temos as perguntas e entrevistas onde sua resposta irá afetar sua equipe, companheiro ou setores específicos.

Cada resposta deverá ser dada pensando qual setor irá beneficiar, e algumas vezes, qual setor irá prejudicar.

PArece que tem RAy Tracing, mas não tem

Análise de F1 2021 na nova geração

Para esta análise de F1 2021, tivemos a oportunidade de jogá-lo no PS5. Logo na primeira corrida pude perceber o deleite visual. Todas as texturas estão em 4K e o jogo roda de forma impecável a 60 fps. A iluminação do jogo é tão boa, que por um momento pensei que havia ray tracing habilitado. Infelizmente, essa tecnologia ficará limitada aos PC’s até segunda ordem. Por muitas vezes o jogo estava similar a realidade. Finalmente esse momento chegou!

Algo que vem com um detalhe muito bem vindo, é que o jogo está muito mais detalhado. Com as melhores texturas é poossível ver um realismo maior em zebras e até na grama! Um outro detalhe muito legal, é que a medida que a corrida avança, seu carro ficará sujo.

Além de ter um visual quase realista, é possível optar pelo modo performance onde o jogo chega a incríveis 120 fps de 1440p (resolução 2K). Como esperado, os tempos de carregamento do jogo estão super rápidos e você demora segundos até começar uma nova corrida.

Por fim, eu pude perceber que o DualSense recebeu um carinho especial no desenvolvimento do jogo e ele está constantemente trabalhando para emular a suspensão do carro, um acelerador que trava durante um rodada, a vibração mais realista da zebra e mais.

Corrida de recuperação

Novidades na simulação de F1 2021

Hoje o jogo de F1 2021 é um baita simulador que se espelha no realismo da categoria mais veloz do automobilismo. Embora existam muitos facilitadores e assistências, incluindo opções que deixam o jogo bem arcade, o que os fãs procuram mesmo é o realismo dentro das pistas.

E após jogar dezenas de GP’s e testar todos os carros, eu pude reparar duas mudanças importantes.

A primeira mudança é que as zebras estão muito mais punitivas e agora além de conhecer o circuito, você deve saber qual zebra é maior que a outra, qual irá danificar seu assoalho, qual você pode pode passar por cima ou qual irá sair voando pela pista.

A segunda mudança vai para a aceleração que tem que ser feita de forma mais cuidadosa. Mesmo estando com controle de tração completamente ativado, se você acelerar antes da hora ou então de forma agressiva no meio da curva, seu carro irá certamente rodar.

Essas foram as duas mudanças que percebi que influenciam diretamente o gameplay. E é importante dizer que como sempre, a Codemasters está melhorando a Inteligência Artificial dos pilotos. Nos níveis mais elevados do jogo, é possível ter incríveis pegas e excelentes defesas e ataques.

Want to play a game?

Muitos modos multiplayer

Por F1 2021 ser o jogo oficial da categoria, ele está cada vez mais se especializando no modo competitivo seja online ou offline e isso traz uma gigantesca gama de opções para os jogadores.

Retornando mais uma vez, em F1 2021 será possível jogar com a saudosa tela dividida em sua casa, ou seja, dois jogadores poderão competir entre si na mesma TV.

Uma novidade que chega exclusivamente para o F1 2021, é a possibilidade de fazer o modo carreira com um amigo de forma online. É possível tanto correr na mesma equipe como em equipes rivais.

Procuro um amigo para jogar este modo comigo….

E chegando ao competitivo, temos diversas opções no modo online. Será possível participar dos eventos semanais completos, criar ou participar de ligas, focar em eventos específicos, aleatórios e mais. Existem muitas opções para competir de forma online com seus amigos.

Vai ter que dar muita explicação…

Uma grande bola fora da Codemasters

Até aqui eu fiz somente elogios nesta análise de F1 2021, certo? Porém, pela primeira vez em mais de cinco anos analisando a franquia eu irei citar a primeira bola fora que eu vi no jogo. Simplesmente os carros clássicos foram removidos.

Se não estou errado, desde 2013 a Codemasters começou a implementar carros clássicos. McLaren de Senna e Prost, Ferrari de Michael Schumacher, as famosas Williams de Nigel Mansel e muito mais. A cada novo ano nós víamos novos lançamentos de carros clássicos e a inclusão de ligas e campeonatos com estes carros.

Porém, de forma inesperada, F1 2021 não tem nenhum carro clássico. Um conteúdo que já estava pronto foi removido do jogo e acabou sendo uma grande perda para os fãs.

Para tentar compensar essa mudança, agora é possível encontrar no modo carreira um dos grandes pilotos da história para poder ser seu companheiro de equipe. Por mais que seja legal essa adição, isso é apenas um nome e um card sem termos efetivamente um carro clássico para experimentar.

Felizmente, a categoria F2 está presente no jogo onde podemos fazer os campeonatos com os carros e jogar com nossos amigos.

Conclusão da análise de F1 2021

Bem, irei terminar esta análise de F1 2021 do mesmo modo que acabei as análises dos últimos jogos da franquia. Temos aqui novos modos que são excelentes adições. O modo história é muito bem feito e captura o drama real que existe nas equipes medianas. Temos um jogo que muitas vezes se aproxima da realidade se considerar a parte visual. E muito mais.

Rasgo elogios mais uma vez ao novo jogo da franquia e parabenizo a Codemasters por mais uma iteração de sucesso. Ele é o jogo a ser comprado tanto pelos fãs como pelos que querem conhecer a franquia. Temos aqui mais uma obra de arte com cheiro de gasolina e de borracha queimada.

Porém, a única ressalva que faço é que inexplicavelmente os carros clássicos foram removidos do jogo. Será que algum dia saberemos o por quê?

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Análise F1 2021

Visual, ambientação e gráficos - 10
Jogabilidade - 10
Diversão - 10
Áudio e trilha-sonora - 10
Conteúdo - 9

9.8

Obra de arte

F1 2021 é o mais novo jogo da franquia de automobilismo e entrega mais uma excepcional experiência. Com menus e uma hud completamente redesenhada, o jogo está mais direto ao ponto e acessível do que nunca. Além disso, o modo história Ponto de Frenagem é uma excelente adição ao jogo. O único ponto negativo é que os carros clássicos foram infelizmente removidos do jogo.

User Rating: Be the first one !

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo