Análise: NEO: World Ends With You é um bom retorno da franquia

Leia essa análise antes do mundo acabar com você.

Lançado originalmente em 2007, World Ends With You foi um grande sucesso entre os fãs de RPGs do Nintendo DS, principalmente pela qualidade do jogo e trazer consigo a mesma equipe envolvida com a consagrada franquia Kingdom Hearts. Agora, em 2021 estamos trazendo a análise da sequência desse consagrado game, NEO: World Ends With You foi lançado para Playstation 4, Nintendo Switch e futuramente para PC, trazendo uma continuação do temível Reaper’s Game.

Novos personagens, sistemas e gráficos. Ficou curioso? Continue a leitura da nossa análise de NEO: World Ends With You. Inclusive, esse texto está sendo feito graças a um código de Playstation 4 cedido pela Square Enix.

O novo Reaper’s Game começou

Já imaginou como seria a sua vida dentro de um jogo de videogame? Em resumo é essa a história de NEO: World Ends With You, mas com uma diferença crucial… Você não foi parar dentro do jogo, o jogo que foi até você. Isso foi o que aconteceu com Rindou e Fret.

Os dois foram sugados pelo Reaper’s Game e agora suas vidas estão em risco. Primeiramente, porque as mortes são reais e toda vez que o dia termina, eles retornam automaticamente para Shibuya, como se estivessem presos num tipo de looping. O único meio de sobreviver consiste em criar um time e vencer a competição semanal. Sem outras opções, eles embarcam nessa aventura.

No decorrer da história novos personagens intrigantes surgem como o misterioso Minamimoto e a “otaku” Nagi. Há outros, vários outros, e todos possuem personalidades extremamente distintas que fazem a diferença no jogo. Inclusive, a história tem vários pontos altos e intrigantes que nos deixam curiosos para saber mais sobre ela.

Talvez o maior problema seja que em alguns momentos temos missões lentas do Reaper’s Game e isso quebra o fluxo do desenvolvimento da narrativa. Há diversos momentos em que fiquei com preguiça porque deixaram os desafios demasiadamente longos, uma vez que seria possível encurtar pela metade.

Por ser um jogo japonês, como de praxe, temos uma enorme quantidade de diálogos. Então missões longas são sinônimos de diálogos longos, consequentemente é mais tempo para concluir as missões e etc.

Análise NEO World Ends

NEO: Your Ends With You é um RPG de ação rápida e frenética

Aqui temos um action RPG em que podemos controlar até quatro personagens simultaneamente. A princípio parece confuso o fato de que cada botão do controle dá comandos de ataque para um dos personagens, contudo, não é difícil de pegar a manha com o passar do tempo.

Quem nós enfrentamos no game? Bom… Nenhum jogo é um jogo sem inimigos. E o Reaper’s Game não seria diferente. Há criaturas estranhas que surgem na cidade e apenas os participantes são capazes de vê-los e enfrentá-los. Muitas missões se baseiam no extermínio dessas criaturas.

Além disso, todos os participantes têm poderes psíquicos especiais que são baseados em bottons que carregam consigo. Cada um tem seu poder próprio de acordo com a estampa. Consequentemente, os personagens da party não tem individualidades, fazendo com eles fossem “indiretamente” um único personagem e cada um service como slot para colocar um botton.

Deste modo, temos ao nosso dispor 4 poderes distintos por vez e que podem ou não evoluir ao atingir o nível máximo.

Retornando em relação a jogabilidade, além dos botões para disparar suas habilidades também temos um para esquiva. Ele é o mais útil, já que normalmente apenas o personagem “atual” leva dano das investidas dos oponentes. Inclusive, podemos dar funções distintas ao mesmo tempo, por exemplo, apertar triângulo, quadrado e R1 para três atacarem, mas quando o inimigo realizar uma investida será necessário a utilização de apenas um X para desviar e os outros manterem os ataques.

Aproveitando, não são apenas monstros que temos que confrontar, mas também outros participantes do Reaper’s Game. Afinal, é uma competição entre times. Talvez aqui venha seja o meu maior descontentamento em relação ao gameplay, uma vez que não deram tanta individualidade aos oponentes humanos. Temos inúmeros bottons à disposição, mas os inimigos aparentam ter quase sempre a mesma sequência de habilidades. Se tivessem aproveitado melhor o uso dos bottons nos oponentes, teríamos batalhas mais desafiadoras.

Reaper’s Game traz muito mais do que apenas combate

Enquanto jogava NEO: World Ends With You para fazer essa análise, fui surpreendido com a forma que o Reaper’s Game funciona. Não é apenas batalhas contra os oponentes, pois muitas vezes há missões que não trazem confronto direto contra os inimigos. Por exemplo, ter que solucionar um mistério ou fazer uma caçada ao tesouro.

Os participantes desse game assassino também possuem a habilidade de ler o pensamento de pessoas normais que estão transitando por Shibuya. E solucionar problemas do cotidiano delas acaba tendo um grande desempenho dentro dessa competição.

Por exemplo, Fret tem a habilidade especial de fazer alguém se lembrar de algo. Se você só pode seguir adiante se uma pessoa necessitar se lembrar qual era o nome de uma música, você pode solucionar (literalmente) um quebra cabeça para que essa pessoa se recorde qual era aquela música.

Em outros momentos, há pessoas que estão depressivas por conta da influência de monstros em sua mente. Nagi, por sua vez, tem a habilidade de adentrar o subconsciente desse sujeito e exterminar as criaturas num combate cronometrado.

Rindou, o protagonista, também tem sua habilidade especial que permite influenciar pessoas por meio de palavras-chave. Se você quer alguém que se decida sobre uma compra, por exemplo, é necessário caçar palavras-chaves pelo cenário e fazer a melhor combinação na mente daquela pessoa para que ele faça a compra.

Essas habilidades não são utilizadas de forma tão livre, tem os momentos certos que deverá usá-las. Então não pense que isso será algo que poderemos executar com qualquer NPC.

Viagem no tempo não pode ficar de fora

Com tanta loucura, por quê não viagem no tempo? Obviamente vamos ter isso sim! Rindou também tem uma outra habilidade quando a sua vida está em perigo. Ele consegue viajar no tempo. Essa habilidade só funciona em acontecimentos daquele dia exato, então se às 17h ele correu risco de morrer, poderá retornar para as 10h e realizar ações que serão capazes de evitar esse acontecimento.

Essa é a parte que eu citei que aparenta ser longa demais. Afinal, em teoria seria necessário uma ação ou duas para evitar confusões demais. Contudo, aqui temos que ir pro passado, avançar um pouco no tempo, retornar mais cedo ainda, dar um curto avanço e etc… Várias situações ficaram longas demais. E aquilo que deveria se mostrar empolgante, afinal você está mudando o seu destino, fica o famigerado momento de “por favor, não!”.

Análise NEO World Ends

Gráficos e trilha sonora de NEO: World Ends With You

O jogo teve uma enorme evolução comparado ao seu antecessor, principalmente em sua qualidade gráfica que traz uma direção de arte incrivelmente bem trabalhada. Todos os personagens são estilosos e os cenários são bem construídos. Além disso, os gráficos ao estilo anime são agradáveis de serem vistos. Porém, isso não chega nem aos pés de sua trilha sonora, que é excelente do começo ao fim.

Músicas tocando a todo instante, enchendo nossos ouvidos com melodias animadas e empolgantes deixam tudo ainda melhor.

Conclusão da análise de NEO: World Ends With You

Para concluir essa análise de NEO: World Ends With You quero deixar claro que esse é sim o jogo que todos os fãs estavam precisando. Contudo, o time de produção se empolgou demais em algumas coisas e menos em outras, infelizmente dá para notar isso muito bem.

Momentos que deveriam ser empolgantes (viagem no tempo) se tornaram cansativos por serem prolongados demasiadamente, enquanto os combates contra outros participantes do Reaper’s Game apresenta pouca variedade, trazendo apenas desafio quando se trata da luta contra um líder de time.

Provavelmente os mais saudosos vão contorcer o nariz ao olhar para o jogo e ver como diversas coisas mudaram, uma vez que o primeiro era algo mais side scroll e com visual 2D. Contudo, dê uma chance para essa sequência que vai te gerar boas horas de jogatina.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

NEO: World Ends With You é uma ótima sequência para a série

Visual, ambientação e gráficos - 8
Jogabilidade - 7
Diversão - 7
Áudio e trilha-sonora - 10
Narrativa - 8

8

Ótimo

Aqui temos um bom RPG de ação que traz ótimos personagens e uma boa história. Seu gameplay é bastante divertido, contudo, as peca em alguns aspectos que podem deixar o fluxo do jogo um tanto quanto cansativo. Fora isso, vale a pena para todos os fãs de JRPG.

User Rating: Be the first one !

Anderson Mussulino

Publicitário louco por toda a cultura geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos que vem da terra do sol nascente.
Botão Voltar ao topo