Preview: Crossfire Legion é um RTS raiz

Direto da década de 90 para os dias de hoje

No início de Janeiro tivemos a oportunidade de falar com os desenvolvedores assim como de jogar, o mais novo RTS baseado no universo de Crossfire. Se você gosta de um bom RTS venha conferir aqui nosso preview de Crossfire Legion e ver se ele vale seu tempo.

Antes de entrar no preview de Crossfire Legion

Antes de poder conferir como estava o gameplay de Crossfire Legion para fazer este preview, nós tivemos a oportunidade de assistir uma apresentação sobre o que é o jogo com seus desenvolvedores assim como compartilharam um pouco sobre seu desenvolvimento.

O FPS Crossfire foi originalmente lançado em 2007 sendo o primeiro FPS do mundo com alcance online e chegando a 690 milhões de jogadores em 80 países. Com uma base de fãs tão grande que a sua desenvolvedora Smilegate nunca quis ficar apenas no FPS e sempre teve ideia de expandir a marca, incluindo para o gênero de RTS.

E há 6 anos atrás ele se uniram com a Blackbird interactive que tinha uma grande experiência neste gênero. Neste mês de Janeiro Crossfire Legion está passando por um período de teste técnico e uma demo será disponibilizada em Fevereiro. Já a beta aberta para todos os jogadores, deverá acontecer em abril.

E agora sim, vamos para nossas impressões do gameplay.

Escolhendo sua facção

Crossfire Legion inicialmente irá te colocar direto na ação podendo escolher entre os dois icônicos poderes deste mundo: A Global Risk ou então a Black List. A grande novidade do jogo é que em Fevereiro será anunciada uma terceira e inédita facção!

Cada uma das facções contará com uma espécie de comandante que irá dar um poder especial a ser ativado durante a jogatina. Os comandantes não irão ser controlados nos jogos, embora irão sim aparecer no modo campanha. E aqui já existem dois grandes detalhes na escolha de sua facção.

A primeira é o poder a ser utilizado. Enquanto a Global Risk conta com um poder mais de suporte no meio da luta como um ataque localizado, a Black List conta com uma habilidade de ser mais sorrateiro e conseguir surpreender o inimigo.

Já a segunda grande diferença que não pudemos testar, pois ainda não estava disponível era seu esquema de cartas. Antes de cada batalha será possível equipar cartas que mudarão os status de seu time e irão polir os efeitos já existentes para seu jeito de jogar ou então mudar algo que seja melhor para seu estilo.

E lógico, cada uma das facções terão unidades similares, mas com custos e habilidades diferentes.

Gameplay direto ao ponto

E entrando no mapa os jogadores se sentirão em casa. Com gráficos bem agradáveis, o mapa pode suportar até 10 jogadores e tudo é muito rápido e dinâmico. Aqui você contará apenas com dois recursos bases que trarão maior dinamismo ao jogo que é uma espécie de metal chamado de materiais e combustível.

Logo de cara, pela simplicidade do jogo, você se perguntará se deverá expandir rapidamente suas operações com uma nova base e coletando mais recursos ou então focar no desenvolvimento da sua base atual. Aqui, todas as unidades clássicas estarão presentes.

Temos os soldados que são mais baratos e possuem menos resistência, os veículos que variam de rápidos carros até grandes tanques e também temos aeronaves com diferentes classes. Todas suas construções principais poderão evoluir de nível, o que dará maior possibilidade de fabricar unidades mais poderosas como novas habilidades.

Como sempre nesse estilo de jogo, o interessante não é apenas fazer diversas unidades e atacar o inimigo. O importante é fazer uma equipe equilibrada e utilizar seus poderes para ter vantagem na luta. Com unidades de suporte e ataque, é possível montar diversas estratégias.

Além disso, existem unidades que não atacam certos tipos de inimigos. Por exemplo, um tanque não pode atirar em uma aeronave.

Em um geral, esses são conceitos básicos, mas utilizar eles de forma inteligente e com os poderes disponíveis é o que torna Crossfire Legion muito desafiador.

Conclusão do preview de Crossfire Legion

Eu gostei muito de fazer esse preview de Crossfire Legion, pois eu sou uma das viúvas do estilo de RTS que acabou sendo substituído pelo gênero MOBA.

Essa foi apenas uma primeira e mais simples vista do jogo que está por vir ainda sem data definitiva. Nos foi dito diversas vezes que o jogo receberá constante suporte e muitas novidades e melhorias. Como já destaquei, dentre as novidades veremos um sistema de cartas além de uma terceira facção completamente inédita.

Para que curte o jogo, vale conferir sua demo em Fevereiro e depois ficar ligados tanto nas datas de beta como em seu early access que ainda não tem data anunciada. 

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo