Análise: Nintendo Switch Sports diverte, mas mostra limitações

Jogo se transforma com amigos

Desde a época do Nintendo Wii a série Sports se mostrou motivo de antecipação para o mundo gamer, pois a Nintendo entregou um jogo extremamente divertido que fazia uso dos controles de uma forma diferenciada. E agora nós temos a oportunidade de fazer a análise do Nintendo Switch Sports e ver como a franquia evoluiu para os dias de hoje.

E antes de mais nada, deixo aqui um aviso sério para os donos do Switch Lite: Não comprem o jogo! Por ser apenas portatil essa versão lite, você não consegue jogar nos próprios controles e tem que emparelhar Joy-Cons tradicionais. Além disso, só é possível jogar na tela do Switch lite, além de perder a possibilidade de multijogador. Simplesmente não é uma experiência agradável. 

A análise de Nintendo Switch Sports foi possível graças a uma cópia física cedida pela Nintendo. Além de ser comercializado de forma física no Brasil, o jogo está legendado e dublado em PT-BR.

Tudo em português ^^

Bem vindo ao Spocco Square

O Nintendo Switch Sports possui um hub principal para seus jogos chamado Spocco Square onde será sua porta de entrada para cada um dos seis jogos disponíveis como Futebol, Boliche, Badminton, Chambara, Vôlei e Tênis. Importante anotar que a Nintendo já confirmou que futuramente o esporte de Golfe será adicionado gratuitamente via download.

As opções dadas para cada jogo basicamente variam entre a quantidade de jogadores, a dificuldade e se será online ou não. Como não seria inteligente e muito menos prático falar de uma só vez de todos os jogos, vou falar deles de forma individual a seguir.

Inclusive, por eu ter uma experiência em diversos desses esportes, eu irei comparar a versão real com a do jogo.

Vôlei

Acredito que de todos os jogos disponíveis, eu me diverti mais com o vôlei. Esse foi legitimamente o jogo que mais me fez entrar no clima da partida e eu fiquei pulando e me abaixando na sala como se estivesse jogando uma partida real.

Com as mãos, você poderá fazer o movimento da manchete, bloqueio, levantar a bola e até cortar ela. Tudo será dado de acordo com o seu timing e caso consiga fazer lances precisos, você será recompensado com uma espécie de momentum.

Suporta até 4 jogadores.

Futebol

O futebol era um dos jogos que eu estava com o pé atrás, mas ele acabou me divertindo acima das minhas expectativas. E uma rápida nota, ele é o único jogo que necessita usar tanto o Joy-Con esquerdo como o direito ao mesmo tempo.

Aqui você será colocado em uma arena ou de 1 contra 1 ou de 4 contra 4 e bem, terá que fazer gols. Com os controles em mãos você poderá movimentar seu personagem, correr enquanto sua estamina durar e também poderá pedir a bola. Já os movimentos de chute são feitos com o movimento das mão sendo chute rasteiro, lateral, alto e o famoso peixinho.

E nesta parte temos um segundo modo de jogo que é o Penalti. Inclusive, é deste modo que de certa forma pede a versão física, pois se faz necessário um strap que coloca na perna para chutar a bola. E sendo extremamente sincero, esse modo não faz falta nenhuma. Você fica parado enquanto um NPC cruza a bola para você e a precisão do chute será dado de acordo com o seu timing para o chute.

E por mais que eu tenha me divertindo jogando Futebol, eu tive um sério problema em conseguir fazer meus chutes irem para onde eu queria. Eu simplesmente errava constantemente minhas tentativas de fazer gol.

Suporta até 2 jogadores.

Tênis

Agora falando do tênis, eu tenho sentimentos mistos sobre ele. Eu sou um grande fã deste esporte e bem, ele me decepcionou. Com a Nintendo tendo o ótimo Mario Tennis, eles poderiam ter pego a mecânica base do jogo e ter trazido para aqui.

Simplesmente tudo se resume a devolver a bola e dar um smash quando for possível. Não custava nada os desenvolvedores terem liberado a utilização de um ou dois botões para ter controle pelo menos de um lobby e de um slice.

E uma decisão curiosa que foi tomada, é que simplesmente é possível jogar partidas de dupla e não existe a opção de jogar um contra um.

Suporta até 4 jogadores.

Badminton

Indo para o Badminton, ele segue uma linha muito parecida com a de Tênis. A diferença é que ele traz uma quadra menor e uma velocidade mais rápida. Mas tirando isso, é bater na peteca e nada a mais.

Suporta até 2 jogadores.

Chambara 

Em Chambara nós temos uma divertida e até complexa luta de espadas. Aqui, dois adversários ficarão em uma arena e o objetivo é bater no adversário até empurrá-lo para o fundo da arena e derrubá-lo.

O legal de Chambara é que existem dois grandes diferenciais. Um é o mapeamento das espadas que pega toda a área de movimentação. Com isso é possível atacar de toda forma possível. E o mesmo serve para a defesa. Ou seja, aqui temos que ter um belo poder de observação e reação para se defender e burlar a defesa do adversário.

O segundo diferencial de Chambara é que ele conta com três tipos de espada. Uma é a clássica, a segunda serve para concentrar energia e devolver em um grande ataque e a última, na realidade são duas espadas que aumentam a agilidade do personagem. Como pode imaginar, essa dupla de espadas pede a utilização do par de Joy-Con.

Com tantas opções e diferenciais, aqui temos o jogo mais complexo de todo que pode apresentar lutas super tensas e divertidas.

Suporta até 2 jogadores.

Boliche

E por fim, mas não menos importante, chegamos ao boliche. E bem, é boliche! E isso é ótimo! Afinal, podemos jogar uma boa partida de boliche dentro de sua casa.

Como adicional, aqui existe um modo especial que muda as pistas retas para pistas cheia de desafios, buracos, elevações e mais que dão uma apimentada nas partidas.

E um destaque bem legal no multiplayer do Boliche, é que existe a opção de todos jogarem em suas pistas ao mesmo tempo. Ou seja, não precisa um jogar por vez. Cada um olha para sua tela e se diverte!

Suporta até 4 jogadores.

Conclusão da análise de Nintendo Switch Sports

E agora que falei de todas as modalidades que o jogo tem, chegou a hora de dar meu veredito nesta análise de Nintendo Switch Sports.

Eu posso afirmar que fiquei muito dividido ao jogar Nintendo Switch Sports. Alguns jogos eu amei, outros são legais e outros nem quero tentar novamente. E isso é algo normal, pois é complicado tantas modalidades agradarem tantos jogadores, porém, existe um sentimento geral de oportunidade perdida aqui.

Como comentei no tênis, a complexidade é mínima assim como sua variação. E o mesmo se aplica ao Badminton. Já outros jogos se limitam a uma única arena sem maiores variações. Aqui a Nintendo perdeu uma gigantesca oportunidade de apresentar variações clássicas como um vôlei de areia, futebol de areia e até as clássicas quadras de saibro e grama do tênis. Isso acrescentaria muito mais valor a experiência..

Também, o jogo ao ser jogado de forma solo pode se tornar enfadonho muito rapidamente, porém, ao jogar com seus amigos, ele ganha uma outra vida.

E, por fim, o Joy-Con não é perfeito. Muitas vezes eu simplesmente sentia que não tinha controle da bola ou que meus movimentos não faziam tanta diferença. Sabe o giro que faz com sua mão para colocar uma bola, adicionar efeito ou outras possibilidades? Em nenhum dos esportes eu senti que essas tentativas faziam qualquer efeito.

De forma resumida, Nintendo Switch Sports é sim um bom jogo e apresenta visuais agradáveis e jogos que irão agradar mais uns do que outros, mas que ao jogar com amigos, sua diversão se multiplicará. Porém, ele deixa um gosto certamente amargo na boca, pois é bem claro que poderíamos ter visto um pouco mais de variedade assim como complexidade em alguns esportes.

Essa análise de Nintendo Switch Sports segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Nintendo Switch Sports diverte, mas poderia fazer mais

Visual, ambientação e gráficos - 6.5
Jogabilidade - 7
Diversão - 7.5
Áudio e trilha-sonora - 7

7

Bom

Nintendo Switch Sports consegue divertir muito, ainda mais se estiver com um grupo de amigos. Infelizmente, ele traz pouca variedade o que se torna claro nas primeiras horas de jogo fazendo que seja uma experiência solo enfadonha.

User Rating: Be the first one !

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo